PERSONAL TECH

VOCÊ SABE O QUE É PERSONAL TECH?

Provavelmente não, a não ser que seja um ou já tenha trabalhado com um.

Este é um artigo de Divino Leitão, Personal Tech desde antes de inventarem o termo, que significa, mais ou menos: um professor particular para tecnologia. Prazer…

O termo é uma apropriação de um outro termo mais conhecido: Personal Trainer, que é um professor de atividades físicas, na verdade mais que um professor, um incentivador, que vai além de dar aulas, motivando ao padawan melhorar sempre.

Eu até poderia ser personal em outras coisas, mas tecnologia é o que gosto e pratico desde que me deixaram colocar as mãos em um dos muitos despertadores que desmontei (e nunca consegui montar de volta) na infância. (Divino Leitão).

Estamos falando também de uma pessoa que adora artes, especialmente as artes ligadas a tecnologia (que são todas e novas foram criadas a partir desta união) mas nestas outras áreas só Leoanrdo Da Vinci teria conhecimentos para ser um “Personal Tudo” , para isso precisaria dominar muita coisa, então vamos manter a tecnologia como foco, apesar das outras partes serem bem mais divertidas.

Outra questão é a parte profissional, quando criança o desmontador de relógios despertadores (e outras coisas, mas estas montava de volta) queria ser engenheiro, influência de um tio bem sucedido nesta área, que era engenheiro estrutural, porém o jovem padawan mal  sabia que engenharia é algo muito genérico e depois também quis ser astronauta, mas não passou na única chance que teve e depois se distraiu com muitas coisas.

Por “muitas coisas” entenda-se: “muitas e muitas coisas”. Tantas que seria mais fácil citar as coisas que esse cara ainda não fez do que as que fez ou tentou fazer, até descobrir uma área onde realmente havia o talento nato… ser professor. Tanto que aos 55 anos foi buscar a formação acadêmica que nunca foi preocupação antes para nada e como gostou, vieram outras formações, todas associadas e conectadas a outras que teve anteriormente, a maioria na área técnica.

Quem desejar um CV completo, tem um atualizado no site www.curriculum.com.br, procure por Divino Leitão ou diretamente pela UCN: P1206230-714.

Ser professor era a escolha natural o tempo todo, mas quando somos bem novos nos vemos mais como alunos, sem saber que o bom professor é um eterno aluno, pois a grande maravilha de ensinar é que se aprende mais a cada vez que se passa o conhecimento para alguém.

E O QUE EXATAMENTE FAZ UM PERSONAL TECH?

Peço desculpas pela longa introdução, mas me empolgo sempre que falo neste assunto. (Divino Leitão)

Um Personal Tech ensina sobre tecnologia, mas não com manuais, aulas e cursos, ele precisa primeiro conhecer seu pupilo, descobrir suas necessidades e aí começa um treinamento especializado, para resolver assuntos em ordem de importância.

Vamos a um exemplo, o padawan  acaba de ganhar ou comprar um celular novo e não sabe como usar, o manual é mais complicado que o próprio aparelho e o celular é tão novo que nem seu netinho (ou o do vizinho) pode ensinar a usar (ele precisaria de uns 3 dias para aprender primeiro) só que você quer isso para “ontem”.

Chame um Personal Tech, se ele não conhecer o celular vai descobrir, junto com você, como funciona, mas não é só “ensinar” vai te treinar para fazer isso sem precisar dele, parece “fora da caixa” (porque é) afinal porque um profissional em algo, perderia a chance de “fidelizar” (leia-se escravizar) um cliente?

Como foi dito mais acima, atuo nesta área antes dela ter este nome pomposo e a verdadeira fidelização acontece quando o cliente percebe que você fez bem seu trabalho e não precisa mais de você para aquilo, porém sabe que pode contar com você para outras coisas e sempre volta, na pior das hipóteses, te indica a outro cliente.

Então é isso, procure o Personal Tech para tudo que se refere a tecnologia, principalmente se souber que ele também conhece outras coisas, porque tecnologia sozinha vira Skynet e não é bem isso que as pessoas desejam quando compram um novo equipamento.

Lembrando que software e hardware são duas vertentes integradas da tecnologia, o bom profissional nesta área conhece muito de ambas.

Já entendeu? Então entre em contato e vamos ver no que posso ajudar. Que fique claro que aqui não se cobra pela consulta mas sim pelo resultado. Se fosse um médico, você pagaria após a cura e não pela consulta.

Se for uma pessoa curiosa, saiba mais sobre o Personal Tech deste site.

MAIS HISTÓRIA DE PERSONAL TECH

Agora vamos de primeira pessoa, é complicado falar sobre si mesmo como se fosse “outro”.

Como foi dito anteriormente, fiz muitas coisas na vida e até os 18 anos elas não tiveram grande impacto, embora todas tenham sido um constante aprendizado, inclua-se entre eles, só nesta fase juvenil, mecânica de automóveis, eletricista, desenho técnico e mecânico, instalador de equipamentos hidráulicos, letrista e cartazista, office boy (um dos melhores aprendizados sobre lidar com público) em diversos níveis e até entregador de jornais e claro uma tentativa (frustrada) de ser astronauta.

Quando completava 18 anos, veio o serviço militar, nesta época me encontrava muito bem empregado, como Desenhista Mecânico e os planos a curto prazo eram me especializar com mais cursos, mas as coisas se confundiram e quando percebi estava na Brigada Paraquedista do Rio de Janeiro, era para voltar a rotina em um ano, mas não foi o que aconteceu, permaneci 3 anos no serviço militar e ia bem lá, mas quando estava para ser fisgado definitivamente, através da AMAN, me deu um comichão e saí fora, foi uma virada radical e muita gente na época me criticou, diziam que eu jogava uma oportunidade fora, mas nunca me arrependi de ter seguido outro rumo.

Tinha saído do interior de São Paulo, direto para o Rio de Janeiro  e após 3 anos em um porto bastante seguro me via no meio da tempestade, não querendo voltar para casa e precisava de um trabalho. Minha formação em desenho técnico me levou para um emprego em uma loja de cozinhas e banheiros, onde descobri que era om em decoração de interiores.

Não me parecia uma opção das mais interessantes, mas era o que tinha e abracei, tanto que fiquei 15 anos nesta atividade, que era bastante rentável e tive sucesso na área, porém sempre achei que estava no lugar errado.

Foi justamente nesta atividade que descobri este meu lado Personal Tech e de “professor”… vamos esclarecer. Para trabalhar com decoração é preciso ir na casa do cliente e entrar um pouco na vida dele e de sua família, descobrir suas necessidades pessoais, tal como cores que gosta, tipo de vida que leva… claro que existem cursos para isso e até entrei numa faculdade de arquitetura mas levou uma semana para entender que eu poderia dar aulas lá e não ia querer pagar por algo que deveriam me pagar para fazer e sai tão rápido quanto entrei, não era o curso que eu precisava.

O trabalho com decoração é muito bem remunerado e foi nele que aprendi que se atendesse bem uma pessoa, faria rapidamente o trabalho e parecia uma péssima ideia, já que “perderia” o cliente, mas na prática nunca foi assim. Eu mal dava conta de atender todas as pessoas que me procuravam e nos 15 anos que fiquei nesta atividade, jamais constitui empresa, jamais coloquei um anúncio… um cliente indicava o outro e eu as vezes tinha fila de espera, porque há um limite de pessoas que podem ser adequadamente atendidas e os clientes voltavam… quem tem dinheiro para contratar um decorador está sempre com alguma obra nova em mente. Deixei a área por um único motivo… minha paixão eram os computadores e aos poucos percebi que seria uma atividade ainda mais lucrativa do que a decoração e da qual eu gostava muito mais.

Nunca pensei em ser consultor de informática, meu sonho era criar programas de computador e os criei, fui um dos primeiros caras a fazer jogo de computador no Brasil e fizeram algum sucesso, não esse sucesso mundial que torna um cara multibilionário, afinal estamos no Brasil, mas ganhei algum dinheiro com isso e muitas pessoas gostaram, esta foi a melhor parte.

Paralelamente comecei a escrever, outra coisa que gosto (será que alguém notou?) muito, ainda não tenho livros publicados em papel, mas já escrevi uns trocentos, só preciso um dia de um Personal Writer para me ajudar a ser organizado e terminar os livros, eu nunca os termino…. mas isso é outra história.

O ponto é que este trabalho com público me ensinou muito e quando percebi era um especialista em tecnologia, daqueles bons, mas descobri algo muito triste… Se tivesse continuado na decoração talvez não fosse tão feliz, mas certamente teria ficado mais rico, em 15 anos acumulei um valor considerável, porém gastei tudo com computadores e atualmente a tecnologia não rende tanto assim, em termos financeiros, a não ser que você trabalhe em uma grande empresa, já que a tecnologia deixou de ser terreno de cavaleiros solitários desde antes da virada do século.

Também não é o caso de reclamar, tem muita gente perdendo dinheiro por conta da pandemia do COVID-19 e eu posso fazer o que sempre fiz, trabalhar em casa, sem contato com o mundo exterior e talvez sobreviva a esta praga.

Mas vamos falar de coisas boas…

Outra paixão minha foi o EAD, sempre gostei e usava antes mesmo de existir em computador, fui aluno do IUB na época das apostilas e aprendi muita coisa, não cheguei a fazer o curso de Detetive Particular, mas estava em meu planos.

Me formei em pedagogia, quase sexagenário porque sabia que assim teria uma independência para produzir meus próprios EADs, sem precisar estar atrelado a uma grande ou pior, pequena, instituição. Trabalho com isso desde 2000, porém tem um problema no EAD, um curso de EAD é como um livro e acho que já contei que não consigo terminar meus livros.

Na verdade o primeiro EAD que levei a sério eu terminei sim e foi muito legal, exatamente na virada do século, fiquei feliz com o resultado, porém nunca mais consegui criar as mesmas condições daquele curso e a pior parte… fiz de graça, se tivesse cobrado um real inscrição de aluno teria ganho uma quantia considerável, pois o interesse passou da casa dos 10 mil… isso no ano 2000, sem grandes recursos de tecnologia, atualmente lanço um curso e quando consigo juntar 20 alunos me dou por satisfeito, mas na maioria deles são quase sempre 4 gatos pingados e tenho que dar as aulas, que evidentemente não compensam financeiramente.

Foi ai que descobri o termo Personal Tech, percebi que tinha tudo que é preciso para ser um, conhecimento, equipamento e os programas certos para usar. Na verdade apenas um (fora SO) o maravilhoso TeamViewer, recomendo inclusive que entre no site do fabricante, baixe e conheça, ele é perfeito para trabalho on line e à distância entre duas pessoas. Use a opção gratuita do programa, ela não é limitada.

E em agradecimento por ter lido tudo e chegado até aqui, saiba que você acaba de ganhar uma aula gratuita de 1 hora, gratuita mesmo, sem compromissos, sem pegadinhas, para melhor aproveitamento do tempo, tenha já o TeamViewer instalado em seu computador quando solicitar sua hora.

Não estou sendo “bonzinho” estou oferecendo uma amostra do que faço melhor, sei que se solicitar vai me contratar e não sou daqueles que ficam “enrolando” com o preço. Defini meu preço para este trabalho ainda no século passado e nunca mudei, como calculei em dolar (para não precisar ficar atualizando) pode parecer um pouco caro nos dias atuais, quando o dólar teve um aumento totalmente desproporcional em relação a nossa moeda.

Meu preço para aula individual, pois Personal Tech não funciona em grupo, é de 10 dólares por hora e não mudei em mais de 20 anos, mesmo quando o dólar esteve muito baixo e chegou a valer menos que nossa moeda, então não vou mudar agora, quando me é favorável. Mas obviamente trabalho com pacotes de acordo com o serviço e basta a gente conversar para eu oferecer um pacote de acordo com a sua necessidade e possibilidade.

Então você acaba de ganhar um presente equivalente a R$ 50,00, use com sabedoria e sim, você pode passar para outra pessoa, faço o cadastro pelo CPF, usou uma vez não tem mais.

Para usar o presente, recomendo seguir as instruções a seguir e depois preencher o formulário ao final…

E obrigado por sua presença.

USANDO O PRESENTE

Vamos lá, você acaba de ganhar uma hora grátis de aula on line com um dos melhores Personal Tech que conheço 🙂

Então seguem algumas dicas para aproveitar, da melhor forma, essa hora.

  1. Antes de qualquer coisa baixe o programa TeamViewer para seu Windows, instale e tenha certeza que está funcionando, não vamos perder nossa preciosa hora tentando fazer funcionar um programa que é extremamente fácil de instalar e usar;
  2. Saiba que ao usar este programa estará me dando acesso integral a seu computador, você estará lá, mas deixo claro que se eu fosse uma pessoa do mal poderia fazer coisas sem você perceber, instalar programas de Malware e outras coisas, de pessoas desqualificadas. Se acreditar ou suspeitar que eu possa ser este tipo de pessoa, não use este presente, a confiança é o primeiro passo e sou o mais interessado nisso, mas antes precisa me dar alguma. Se tiver dúvidas, pesquise antes, descubra quem sou eu pelos meus inúmeros históricos na Internet, com mais de 40 anos de bons serviços prestados. E sim, existem vários moleques fazendo besteira na Internet e se auto-intitulando isso ou aquilo… por favor não me ofenda, me confundindo com um deles, se precisar de mais informações, pergunte, terei o maior prazer em responder;
  3. Cheque se o seu computador está com a câmera e áudio funcionando (opcional) no caso de precisar me mostrar algo isso será importante;
  4. E por último, defina antecipadamente o assunto que vamos tratar, faça anotações de perguntas, se estiver com tudo organizado esta hora será muito mais proveitosa do que possa parecer e meu interesse é que perceba isso, pois estou oferecendo uma amostra de meu trabalho e é muito importante – especialmente para mim – que você fique satisfeito(a) ao final. Tenha também certeza que não haverá interrupções, tempo é valioso, não vamos desperdiçar né ?

Agora vou pedir algumas informações que preciso saber antes de agendar um horário com você. Em termos de sistema operacional você pode usar o que preferir, mas informo desde já que sou especialista em Windows – em qualquer versão. Conheço bem Mac, Linux e outros sistemas que vão até o ZX 81, um dos primeiros computadores pessoais a aparecer no Brasil, mas minha especialidade é tecnologia e não SO, exceto o Windows que domino muito bem. Posso te ajudar se estiver usando outros sistemas, mas não estarei com 100% de meu conhecimento disponível. Se sua dificuldade for com celulares e tablets não há problema, inclusive existem versões do TeamViewer para celulares e outros portáteis, mas vamos começar pela versão do Windows, se possível. No caso de serem outros equipamentos, como máquinas fotográficas, calculadoras, etc, será importante ter câmera e áudio funcionando em seu micro. Se não tiver um micro, podemos usar Whatsapp, Skype e outros aplicativos, mas o resultado não será o mesmo.

Por favor, preencha todos os campos… se preferir anote o link ou leia o QR Code com seu celular.

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *